Documentário sobre brasileiro Sebastião Salgado disputa o Oscar

O-diretor-alemao-Win-Wenders-esq-com-o-fotografo-Sebastiao-Salgado-size-598“O Sal da Terra”, filme dirigido pelo alemão Wim Wenders (Pina) e Juliano Ribeiro Salgado, filho de Sebastião Salgado, sobre o trabalho do fotógrafo brasileiro, vai disputar o Oscar de melhor documentário. A cerimônia de entrega ocorrerá neste domingo (22), em Hollywood. O evento será transmitido ao vivo em mais de 225 países do mundo inteiro.
O filme foi longamente aplaudido de pé no Festival de Cannes, em maio do ano passado, quando conquistou um prêmio especial na mostra “Um Certo Olhar”. Wim Wenders conta que conheceu a arte de Salgado em uma galeria na Europa, onde comprou duas obras: de Serra Pelada e de uma mulher tuareg cega. Nelas, diz o diretor alemão, logo percebeu que “ele realmente se importava com as pessoas. E as pessoas são o sal da terra”.
O longa vai concorrer com o alemão CitizenFour (2014), de aura Poitras, sobre Edward Snowden, que vazou dados confidenciais do serviço de inteligência americano, Vietnã: Batendo em Retirada (2014), dos americanos Rory Kennedy e Keven McAlester, Virunga (2014), filme do britânico Orlando von Einsiedel, sobre um grupo que arriscou a vida para salvar os últimos gorilas das montanhas do Congo, e A Fotografia Oculta de Vivian Maier (2013), dos americanos John Maloof e Charlie Siskel, outro documentário sobre um fotógrafo.
Quem quiser ter o privilégio de ver mais de perto uma parte do trabalho deste grande artista, basta visitar o Museu Oscar Niemeyer (MON) em Curitiba. Até o dia 5 de abril, o museu abriga a mostra “Genesis”, com 245 imagens selecionadas, divididas em cinco seções geográficas. Dentro delas, o visitante pode observar as fotografias com temas como Santuários, montanhas, desertos, florestas, tribos, aldeias, animais. Não perca!

Comments are closed.