Ivan Bonilha é eleito presidente do Instituto Rui Barbosa

Depois de 17 anos, o Paraná volta a comandar a instituição de ensino e pesquisa que congrega os 33 tribunais de contas brasileiros. O conselheiro Ivan Bonilha foi eleito por unanimidade presidente do Instituto Rui Barbosa (IRB) para o biênio 2018/2019, nesta quinta-feira (23/11), durante o XXIX Congresso dos Tribunais de Contas do Brasil, que se encerra na sexta-feira (24/11) em Goiânia (GO). O IRB teve como um de seus fundadores o conselheiro João Feder, já falecido, que foi o último paranaense a presidir a entidade, no ano 2000. A posse do novo presidente deve ser realizada em Brasília no início do próximo ano. Participam do evento em Goiânia, também, os conselheiros Durval Amaral, presidente do TCE-PR, Artagão de Mattos Leão e Ivens Linhares. A comissão eleitoral, presidida pelo Conselheiro Wanderley Ávila, do TCE-MG, proclamou o resultado, que foi de 33 votos favoráveis à chapa única apresentada. Participaram da votação os presidentes de todos os Tribunais de Contas do Brasil. O Instituto Rui Barbosa é uma associação civil de estudos e pesquisas, responsável por realizar capacitações, seminários, encontros e debates. O principal foco do IRB é aprimorar as atividades exercidas nos Tribunais de Contas do país. Também cabe ao Instituto investigar a organização e os métodos e procedimentos de controles externo e interno, para promover o desenvolvimento e o aperfeiçoamento dos serviços dos Tribunais de Contas do Brasil. O Instituto Rui Barbosa apoia e promove iniciativas que procuram favorecer novos aprendizados para novos modelos de políticas públicas; estimula a publicação de trabalhos, monografias, revistas e impressos em geral, relacionados aos seus objetivos; e vai além, ao reconhecer e premiar as boas práticas. Por meio de concursos sobre matérias de interesse dos Tribunais de Contas, oferece prêmios de incentivo, como estágios, treinamento ou frequência em cursos no país ou exterior. Como forma de incentivo, também divulga os trabalhos apresentados nos seminários, simpósios, encontros e reuniões que realiza ou participa. Ainda é papel do IRB manter intercâmbio com especialistas nas matérias de interesse das Cortes de Contas e celebrar convênios com instituições nacionais e estrangeiras, inclusive as universitárias.

Comments are closed.