Bailarino Volmir Cordeiro interpreta “Rua” no Museu Paranaense

No dia 30 de julho, as salas e corredores do Museu Paranaense se transformam em um grande palco para o bailarino Volmir Cordeiro e o músico Washington Timbó com a performance artística “Rua”. Criada em 2015 para o Museu do Louvre, a coreografia de Cordeiro é acompanhada pelo ritmo marcante do atabaque de Timbó e conduz o público a uma experiência sensorial pelo espaço museológico. Após a apresentação, o bailarino participa de um bate-papo sobre dança contemporânea com a participação da coordenadora de Dança da Fundação Cultural de Curitiba e diretora da Casa Hoffmann, Carmen Jorge. O evento é gratuito, mas as vagas são limitadas. Para participar é preciso se inscrever em bit.ly/volmircordeiro. Com a encenação da peça “Rua”, a dança entra no rol das ações promovidas pelo museu com o objetivo de criar narrativas transversais aos temas presentes no acervo. “Este duo de dança é feito justamente para ser encenado em museus, praças ou galerias. O público desloca-se com a dança e se transforma ele mesmo em coadjuvante. Isso nos ajuda a fomentar o constante diálogo entre diferentes linguagens artísticas aos conteúdos científicos desenvolvidos em nossos departamentos e o público fruidor”, comenta a diretora do Museu Paranaense, Gabriela Bettega. O dançarino encarna diversos personagens do universo urbano, com os múltiplos corpos e rostos presentes na rua. A coreografia foi inspirada nos poemas sobre a guerra de Bertolt Brecht (O ABC da guerra, de 1954) e explora a tensão e alternância entre estados associados à violência, à dor, à festa, à resistência ou à vulgaridade. Radicado em Paris desde 2011, Volmir Cordeiro é natural de Concórdia, Santa Catarina. Mudou-se para a capital francesa para estudar no Mestrado Essais – Centre National de Danse Contemporaine d’Angers. Hoje é doutor em dança pela Universidade Paris 8. Artista-pesquisador, trabalhou como intérprete com os coreógrafos Alejandro Ahmed, Lia Rodrigues, Cristina Moura, Xavier Le Roy, Laurent Pichaud & Rémy Héritier, Emmanuelle Huynh, Jocelyn Cottencin e Vera Mantero. Em 2012 começou a criar seus próprios projetos como coreógrafo, apresentando suas peças em diversos festivais internacionais. Também atua como professor em escolas de formação coreográfica na França, Bélgica e Chile.

Serviço:
Performance “Rua” com Volmir Cordeiro e Washington Timbó
Bate-papo sobre dança contemporânea com Volmir Cordeiro e Carmen Jorge
Dia 30/07 (terça-feira), a partir das 19h
Inscrições: bit.ly/volmircordeiro
Entrada gratuita

Museu Paranaense
Rua Kellers, 289, São Francisco – Curitiba
Visitação de terça a sexta-feira, das 9h às 17h30. Sábado, domingo e feriado, das 10h às 16h.
(41) 3304-3300 | www.museuparanaense.pr.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.